A Seleção em Belém - Tuna 1x1 Brasil

                        Pouco futebol e menos público


"Quem assistiu ontem o jogo Tuna 1x1 Seleção olímpica, começou muito mal seu final de semana. Monotonia, desprovido de lances de sensação, mesmo quando surgiram os dois gols durante os noventa minutos. Maneirou um pouquinho, apenas no início do primeiro tempo, quando Ribamar andou fazendo boas defesas e salvando o arco tunante de um gol imediato. No mais, nada de emoção, apenas um pouco de correria apresentado pela seleção olímpica dotada de excelente preparo físico que quase lhe concede a vitória.”

"O primeiro tempo ainda teve lances que arrancaram aplausos dos mais afeitos: aos 7 minutos, Pedrinho de fora da área alvejou o arco de Ribamar, tendo este ido ao chão e praticado segura intervenção. Aos 16 minutos, Zé Carlos conseguiu driblar na corrida a Ribamar, mas estourando a seguir com China que desfez o perigo. Conclusão deste lance: Ribamar e China ficaram uns três minutos no chão, contundidos, mas depois recuperaram-se e continuaram normalmente. Aos 20 minutos, Pedrinho bateu o lateral Oliveira na corrida e chutou quase sem ângulo, mas Ribamar, - um goleiro que se coloca muito bem e sabe cair para fazer a defesa - espalmou para corner que não trouxe maiores perigos. Aos 39 minutos, o gol da Tuna: Mesquita invade pelo lado direito e passa para Ubiracy que, donde estava - na intermediária, mais próximo ao meio campo - chutou, conseguindo: pegou o goleiro Vitor - muitos furos abaixo de Nielsen - desprevinido e até displicente (neste lance) indo a bola, no ângulo direito do goleiro olímpico, surpreendendo a todos: público, Ubiracy, goleiro, demais jogadores e até o juiz que foi lá conferir para depois mandar a bola para o centro do gramado. Adeus primeiro tempo que acabou prendendo os poucos torcedores em vista da Tuna ter aberto o marcador".

.

              Foi um jogo sem graça, mas na base da correria


"Mas os minutos finais, então, [ilegível]: de mal que estava, passou para pior, com ninguém mais se entendendo, apesar da preocupação do treinador Antonio que colocou a dupla de área titular - Washington e Manoel e ainda Angelo, no meio campo - na tentativa de dar maior entusiasmo técnico ao jogo. Não deu: aumentou apenas a dosagem de correria, sabido que Manoel e Washington são exímios batalhadores, acabando de exaurir a defensiva tunante e seu meio de campo. A priori, nesta segunda etapa, o goleiro Vitor nada fez: sem trabalho, limitou-se a torcer pelo gol de empate. Que surgiu depois da bobeada de Oliveira Pipoca e Antenor no cruzamento: por volta dos 20 minutos, Washington bateu Oliveira e deu a Rubens, que jogou de lateral direito apoiando sobremodo o ataque. Rubens, na prensada com Carvalhinho, cruzou com a bola indo lentamente aproximar-se da entrada da área à procura do Manoel que só teve o trabalho de enfiar. Empatada a partida, a Tuna se trancou, e tinha bons motivos para tal: cansada como estava e querendo assegurar o marcador, evitando uma derrota, entregou-se e ficou às expensas de contra-ataque sempre [ilegível] por Wagner, um senhor quarto zagueiro, ontem".

.

                  Ribamar salvou muitas situações de perigo


"A Tuna ia se dando mal com esta nova maneira de atuar: aos 44 minutos, Washington, aproveitando a canseira geral dos jogadores alvos, passou, como quis, no meio de dois zagueiros da Tuna e se não fosse a grande performance de Ribamar, a partida estaria desempatada e a Tuna, agora, amargando uma derrota, com justiça, aliás, Ribamar foi na bola e botou a corner que Dirceu não soube executar. Antenor rebateu para a intermediária e o apito de Paulo Bezerra encerrou a partida".


TUNA: Ribamar; Marinho, China, Carvalho e Oliveira; Antenor e Ubiracy (Bosco); Fefeu (Zé Ilídio), Mesquita, Clésio (Dino) e Amorim (Fefeu).

BRASIL: Vitor; Rubens, Fred, Wagner e Bolívar; Falcão (Angelo) e Carlos Alberro; Pedrinho, Zé Carlos (Washington), Roberto (Manoel) e Dirceu.

                                                         .

Fonte: Jornal A Província do Pará de 12 de agosto de 1972

@há Há 2 anos com 9 notas
)
#tuna luso #seleçao brasileira #brasil #amistoso 
  1. memoriatunante publicou esta postagem